FAQ

Perguntas Frequentes

Sobre a Muon
A Muon é uma comercializadora de energia elétrica Portuguesa, cujo principal objetivo consiste em oferecer um serviço inovador permitindo ao Cliente uma maior poupança, aliada à sustentabilidade ambiental, ao desafio de melhoria no serviço e nas condições de pagamento.
A Muon permite aos seus clientes serem um parceiro na aquisição da energia elétrica. Com modelos de pré-pagamento, os nossos clientes são nossos parceiros no negócio e possibilitam a eliminação do risco e do financiamento que todas as comercializadoras de eletricidade enfrentam na aquisição da energia elétrica.

Desta forma, um dos fatores que contribuem para o aumento do preço da energia elétrica é eliminado, permitindo o melhor preço, sempre. Na modalidade de Pré-Pagamento que oferecemos, tem a possibilidade de pagar adiantadamente até 12 faturas de eletricidade, o que lhe permite aceder ao tarifário mais baixo do mercado. Os planos oferecidos permitem maior poupança quanto maior for a antecipação do pagamento.

Desta forma, se o cliente pagar as 12 mensalidades antecipadamente, estará a usufruir do melhor preço no mercado. Basta, para isso, fornecer-nos o valor de kWh que estima consumir durante o período de tempo que selecionou e, após realizado o pagamento, o fornecimento é iniciado e pode deixar de se preocupar com surpresas nas faturas de eletricidade que recebe todos os meses. No caso de a quantidade de kWh contratada ser consumida antes da quantidade de meses previstos, o Cliente receberá uma nota informativa que possibilita a renovação antecipada do Contrato, para poder continuar a usufruir do melhor preço.

Se proceder à renovação antecipada, os acertos serão cobertos pelo novo contrato. Após o período de vigência do contrato, caso não pretenda renovar, e haja uma discrepância entre os valores faturados e os valores consumidos, existe um acerto no final do período de vigência do Contrato.
Os nossos tarifários
A Muon introduz pela primeira vez no mercado português a possibilidade de pagamento antecipado. Assim os nossos clientes poderão fazer o pagamento da energia a consumir nos seguintes 3, 6 ou 12 meses. O site da Muon permite ao cliente verificar o consumo de forma personalizada (em que o cliente sabe quanto consome) ou consumos médios para 3,45 e 6,9. A partir daí serão apresentadas ao cliente 4 modalidades que poderá selecionar, são elas:

•Pré-pagamento a 3, 6 ou12 meses: o cliente paga antecipadamente o consumo de 3, 6 ou 12 meses de faturas de eletricidade, incluindo todas as taxas e potência contratada.
•Pagamento tradicional: o cliente paga mensalmente, sem acesso a qualquer desconto
Na Muon Electric, incentivamos a poupança de energia pelo que, no caso de existir ainda crédito na sua conta no final do período previsto, poderá continuar a utilizá-lo até que se esgote. Assim, não há qualquer restrição temporal para uso da energia adquirida.
Contudo, dado que existem outras taxas e potência contratada, as quantidades de crédito remanescentes serão utilizadas para cobrir todas essas despesas, podendo o Contrato ter uma duração maior ou menos do que o pré-pagamento inicial conforme a utilização do crédito para pagamento destes elementos.Será avisado em tempo útil e pode acompanhar esses gastos por forma a poder renovar o seu contrato no regime que preferir.

Caso não tome nenhuma ação, será faturado no plano tradicional Plano Mensal 01.
Com a Muon tem a possibilidade de obter os preços mais baixos de eletricidade, diretamente na sua fatura, no momento de pagamento. Quanto mais antecipar o seu consumo, mais poderá poupar na sua fatura.
Caso não proceda à renovação antecipada fica por definição no pagamento mensal, contrato tradicional de eletricidade.
A Muon disponibiliza as opções de pagamento por débito direto em conta e multibanco.
Consulte a sua última fatura e num dos cantos da mesma deverá poder consultar qual o consumo total que lhe foi faturado, em kWh, no último mês. Se quiser ter acesso a dados mais detalhados relativamente ao seu consumo anual de eletricidade ou não tiver acesso à sua fatura de eletricidade mais recente, poderá aderir a um dos planos predefinidos de acordo com o padrão de consumo médio, que pode consultar no nosso simulador aqui.
Para que possa efetuar um correto controlo da quantidade de energia que consome ao longo do período que contratou iremos enviar, mensalmente, uma nota informativa com a informação de quantos kWh já consumiu até ao momento, bem como da parte do crédito que já foi utilizada para cobrir os custos da Potência Contratada, Impostos e Taxas Fixas.
No caso de optar por uma tarifa bi-horária, a razão aplicada para calcular a estimativa de consumo é de 60% em Fora de Vazio e 40% em Vazio. Apesar deste fator, a utilização de kWh pode ser distribuída de outra forma aquando do seu consumo. Assim, no caso de o Cliente consumir mais kWh em Fora de Vazio, é expectável que esgote o valor previamente pago mais rapidamente. Já no caso de consumir mais kWh em Vazio, é previsível que o valor que pagou previamente cubra as suas necessidades de consumo durante mais tempo.
A Muon apresenta opção de pagamento por referências multibanco para todos os Planos ou por débito direto em conta para o Plano Mensal 01.
Na Muon pode aderir por débito direto apenas no Plano Mensal 01, sem qualquer desconto associado.
Consulte a sua última fatura e num dos cantos da mesma deverá poder consultar qual o consumo total que lhe foi faturado, em kWh, no último mês. Se quiser ter acesso a dados mais detalhados relativamente ao seu consumo anual de eletricidade ou não tiver acesso à sua fatura de eletricidade mais recente, poderá aderir a um dos planos predefinidos de acordo com o padrão de consumo médio, que pode consultar no nosso simulador aqui.
O Mercado Liberalizado
No mercado regulado, as tarifas de venda de energia são fixadas anualmente pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos). São essas as tarifas praticadas pelo comercializador de último recurso. No mercado liberalizado, as tarifas de energia são estabelecidas por cada comercializador, respeitando as regras da concorrência e os regulamentos das relações comerciais (RRC) divulgado pela ERSE.
As características técnicas do fornecimento de eletricidade aos clientes dos comercializadores em regime de mercado são iguais às dos clientes do comercializador de último recurso. A qualidade de serviço técnico diz respeito à atividade de distribuição, que compete aos Operadores das Redes de Distribuição, que a exercem em regime de exclusividade. Assim, no caso do sector elétrico, quer os clientes dos comercializadores em regime de mercado, quer os clientes do comercializador de último recurso têm direito ao pagamento das compensações previstas no Regulamento da Qualidade de Serviço no caso de incumprimento dos padrões da qualidade de serviço técnica aplicável. O pagamento de eventuais compensações é efetuado através da fatura sem carecer de reclamação por parte do cliente, independentemente de qual seja o Comercializador.
A segurança das instalações e manutenções obrigatórias são asseguradas pelo Operados da Rede de Distribuição.
Avarias e Leituras de consumo de eletricidade
A qualidade de serviço é da responsabilidade do Operador da Rede de Distribuição. Em caso de falha deve contar o Operador de Rede de Distribuição através do número 800 506 506.
O Operador da Rede de Distribuição é responsável pela realização da leitura dos contadores.
Sim, faz sentido. No caso de a energia a consumir num determinado período ser superior à contratada, tem a possibilidade de renovar o seu plano para usufruir da tarifa mais baixa. Ao prestar-nos as suas leituras poder contribuir para um ajustamento e poderá acompanhar melhor os seus gastos. Desta forma, poderá proceder às leituras através do telefone 800 507 507.
O Operador da Rede de Distribuição é obrigado assegurar toda a assistência técnica, independentemente do comercializador com quem tenha celebrado o seu contrato de eletricidade. A reparação das avarias será assegurada pela EDP Distribuição. Pode consultar os contactos do operador de rede de distribuição na sua fatura.
Mudança e Adesão
Para aderir à Muon, deverá fazê-lo no nosso website, preenchendo os dados que lhe são solicitados. Pode fazê-lo clicando aqui.
O cliente pode apenas aderir via online.
Em caso de cessação antecipada do Contrato em vigência, não será aplicada qualquer penalização a título de incumprimento contratual ao Cliente. Porém, não lhe serão devolvidos quaisquer montantes pré-pagos, a título de acerto de contas, por parte da Muon Electric.
Não, a mudança é meramente administrativa.
Nada. A mudança de comercializador é gratuita.
A mudança de comercializador deverá ser concluída num prazo máximo de 20 dias úteis, quando não seja necessária a atuação no local de consumo.
Sim. As situações impeditivas foram regulamentadas pela ERSE e podem dever-se:

• A identificação insuficiente ou inválida da instalação;
• A sobreposição de pedidos de mudança;
• Potência indicada não normalizada ou superior à potência requisitada ou licenciada;
• Dados do cliente não coincidentes com os registados;
• Existência de processos de fraude;
• Valores em dívida ao comercializador de último recurso, que não tenham sido contestados junto de tribunais ou de entidades com competência para a resolução extrajudicial de conflitos.
Pode demonstrar-se necessário alterar o equipamento, nomeadamente caso haja alteração do perfil e consumo (por exemplo, caso haja mudança de um plano simples para um bi-horário ou tenha de ser realizada uma leitura extraordinária). Estas alterações são executadas pelo Operador de Rede de Distribuição, com prazos e regras regulados pela ERSE. No caso de ser necessária uma atuação no local de consumo (ex.: alteração no equipamento de medida ou realização de leitura extraordinária) os prazos de mudança de comercializador dependem do agendamento e execução, pelo operador da rede de distribuição, das intervenções solicitadas, cujos prazos e regras foram regulamentados pela ERSE.
Não. Apenas terá de o substituir no caso de se verificar alguma alteração de consumo que determine tecnicamente a necessidade de se proceder à substituição.
As características da instalação não são alteradas aquando da mudança de comercializador, salvo se existir ordem expressa do Cliente.
Não. As características técnicas do fornecimento de eletricidade não se alteram, sendo as mesmas reguladas através dos Regulamentos da Qualidade do Serviço da ERSE e, por este motivo, não será necessário proceder à alteração de qualquer aparelho elétrico.
Sim, é obrigatória a celebração de um contrato entre o Cliente e a comercializadora.
Para proceder ao cancelamento de um contrato de energia elétrica, deverá enviar uma comunicação por carta registada com aviso de receção, num prazo não inferior a 30 dias de antecedência.
Para além dos casos previstos nos Regulamentos de Relações Comerciais (RRC) do setor elétrico, o não pagamento da fatura no prazo estipulado confere à Muon o direito de requerer a interrupção do fornecimento de energia elétrica.
Sim, existem encargos para o Cliente quando a interrupção do fornecimento é imputável a este. Os encargos podem ser consultados através da tabela de preços dos serviços de interrupção e restabelecimento do fornecimento de energia elétrica. Nos casos em que há lugar a cobrança judicial de dívidas que sejam decorrentes de incumprimento, o pagamento de todos os custos e encargos, incluindo custas judiciais, honorários de advogados e agentes de execução e quaisquer outros que decorram da cobrança coerciva da dívida ficam a cargo do cliente.
Pode consultar aqui os preços divulgados pela ERSE.
O tarifário simples, em que a energia mantém o mesmo preço independentemente das horas do dia, é ideal para quem está durante o dia na habitação, ou ainda para pessoas que não tenham hora definida para colocar os equipamentos de maior consumo a funcionar.
Por outro lado, a tarifa bi-horária, apresenta dois períodos com o preço da energia distinto – vazio, com o valor de energia reduzido e fora-vazio, com o preço de energia mais elevado. Esta tarifa é a mais indicada para pessoas que estejam em casa à noite ou durante os fins de semana, com predisposição para colocarem os equipamentos de maior consumo a funcionar durante a noite ou com maior frequência aos fins de semana.
Poderá, ainda, optar pelo período tri-horário, que contém três períodos distintos - ponta em que se paga o valor mais elevado, cheia são as horas em que o valor da tarifa é intermédio e o vazio em que o valor é igualmente reduzido. Este período horário apenas é compensatório para Clientes que detenham uma grande gestão de consumo por forma a conseguir utilizar os equipamentos de maior consumo nas horas mais baratas.

Além dos períodos horários, é também necessário considerar os ciclos horários - ciclo semanal e ciclo diário. Os ciclos distinguem-se pelas horas a que ocorrem os diferentes períodos (ponta, cheia, vazio). Geralmente, para pessoas que possam colocar os equipamentos de maior consumo a funcionar durante o fim de semana, principalmente ao domingo, o ciclo semanal poderá ser mais compensatório, uma vez que aos domingos, durante todo o dia, as horas são consideradas horas de vazio e, portanto, a tarifa de energia é consideravelmente mais baixa.
São considerados Clientes com necessidades especiais pessoas com limitações visuais, cegueira total ou Hipo visão; com hipoacusia; com limitações na comunicação oral; com limitações de mobilidade; com impossibilidade de se deslocarem sem recurso a cadeira de rodas ou outras ajudas técnicas; dependentes de equipamentos médicos, imprescindíveis à sua sobrevivência ou para melhorar a sua funcionalidade e qualidade de vida, cujo fundamento é assegurado pela rede elétrica.
Para se registar como Cliente prioritário/com necessidades especiais, pode contactar diretamente a Muon e devolver-nos o documento de registo preenchido e assinado.
Utilização Eficiente da energia
Conheça formas de utilizar a sua energia de forma eficiente consultando o Manual de Poupança Energética
Qualidade do Serviço
A Muon Electric deverá responder a pedidos de informação e reclamações no prazo máximo de 3 e 15 dias úteis, respetivamente. Caso a Muon Electric incumpra os períodos anteriormente referidos, haverá lugar a compensação monetária (5€) ao Cliente, a ser descontada na sua próxima fatura.
Direitos e Deveres dos consumidores de energia
Os direitos dos consumidores estão previstos no artigo 60.º da Constituição Portuguesa e na Lei da Defesa do Consumidor, Lei n.º 24/96, de 31 de Julho, alterada pelo Decreto-Lei n.º 67/2003, de 8 de Abril, correspondendo aos seguintes direitos:

Direito à Qualidade dos Bens e Serviços
Direito à Proteção da Saúde e da Segurança Física
Direito à Formação e à Educação para o Consumo
Direito à Informação
Direito à Proteção dos Interesses Económicos
Direito à Prevenção e Reparação de Prejuízos
Direito à Proteção Jurídica e uma Justiça Acessível e Pronta
Direito à Participação e Representação

Apesar dos Direitos que assistem os consumidores, existem também deveres que se devem fazer cumprir:
Dever de Consciência Crítica
Dever de Cumprimento das Obrigações Contratuais
Dever de Colaborar com os Operadores das Redes no Cumprimento das Disposições Legais
Dever de Consciência Ambiental e de Consumo Eficiente
Para além dos direitos e deveres anteriormente mencionados, deve também ser levado em consideração o Regulamento de Relações Comerciais do Setor Elétrico; o Regulamento da Qualidade do Serviço do Setor Elétrico e o Regulamento Tarifário do Setor Elétrico. Para mais informações consulte a lei de defesa do consumidor, clique aqui.